Estado assina portaria que cria Programa de Conscientização e de Promoção da Igualdade Étnico-Cultural

Fonte: Governo do Estado

0

O Governo do Maranhão assinou, no último dia 23 (quinta-feira), na Casa do Maranhão, a portaria conjunta entre as Secretarias de Estado da Educação (Seduc), Extraordinária de Igualdade Racial (SEIR) e Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), criando o Programa de Conscientização e de Promoção da Igualdade Étnico-Cultural, no âmbito de toda a rede estadual de educação, que tem como objetivo principal o combate ao racismo e desenvolvimento de uma cultura de paz.

A assinatura da portaria contou com a presença do Governador Flávio Dino e dos secretários Felipe Camarão (Educação), Gerson Pinheiro de Souza (Igualdade Racial) e Francisco Gonçalves (Sedihpop), além representantes de Organizações da Sociedade Civil.

O programa consiste na promoção de campanhas nas escolas da rede estadual de ensino para promover a conscientização sobre as diversas etnias que se fazem presentes no Estado do Maranhão, para fortalecer a auto identificação dos povos e comunidades tradicionais e fomentar a igualdade racial com vistas a enfrentar o preconceito e promover o respeito à diversidade.

“Mais um ano de lutas com ações e conquistas políticas que demonstram que nós temos muito respeito não apenas com palavras, mas um respeito concreto, e, por isso, estamos avançando muito no nosso Governo”, disse o governador, citando como exemplo a implantação das cotas raciais em concursos públicos no primeiro ano de sua gestão.

“Esse programa será um reforço enorme às atividades que já são desenvolvidas nas escolas dentro do conteúdo transversal, trabalhando a questão de direitos, igualdade, preconceito racial, cultura de paz. Agora, teremos ações mais sistemáticas de conscientização. O governo do Maranhão que conhecimento e educação são, sem dúvida, a principal via para vencermos o preconceito em todos os aspectos, para formarmos cidadãos mais conscientes e capazes de entender e respeitar as diversidades”, destacou Felipe Camarão.

No prazo de trinta dias será constituído um Comitê Estadual com representações dos órgãos estaduais envolvidos. O comitê será diretamente vinculado à Secretaria de Estado Extraordinária de Igualdade Racial e à Seduc.

“O Maranhão é um estado plural em todos os aspectos, e principalmente quando se fala da diversidade étnica. E a melhor maneira de termos uma sociedade consciente, capaz de conviver e respeitar as diversidades é trabalhando essa temática no dia a dia da escola, com as crianças, adolescentes e jovens, para que possam ser adultos conscientes e tolerantes. Então esse programa é muito bem-vindo e mostra a preocupação do Governo do estado com a convivência respeitosa e harmônica na nossa sociedade”, pontuou Gerson Pinheiro.

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.