Prefeitura de Cururupu divulga os critérios para Rei Momo, Rainha ou Princesa do carnaval

0

Com o tema “uma viajem aos antigos carnavais” a Prefeitura de Cururupu através do seu site oficial divulgou os critérios e os valores de premiação para os que se escreverem e concorrerem a Rei, Rainha e Princesa do carnaval de Cururupu edição 2018, as inscrições estão abertas, os interessados podem se inscreverem gratuitamente de segunda a sexta-feira em horário comercial na Secretaria de Cultura, rua Gervásio Santos, Centro, próximo a Secretaria de Assistência Social.

A Prefeitura de Cururupu por meio da Secretaria Municipal de Cultura anunciou no início da semana que já estão abertas as inscrições para o concurso que vai escolher a corte momesca do Carnaval 2018. As inscrições serão realizadas até o final do mês de janeiro e o regulamento para participar está disponível no prédio da secretaria de cultura.

Sobre o Rei Momo

Tudo indica que essa rechonchuda figura carnavalesca tenha sido inspirada em um personagem da Antiguidade clássica. Na mitologia grega, Momo era o deus do sarcasmo e do delírio. Usando um gorro com guizos e segurando em uma mão uma máscara e na outra uma boneca, ele vivia rindo e tirando sarro dos outros deuses. Com esse jeitão esculachado, aprontou tantas que acabou expulso do Olimpo, a morada dos deuses.

Ainda antes da era cristã, gregos e romanos incorporaram essa figura mitológica a algumas de suas comemorações, principalmente as que envolviam sexo e bebida. Na Grécia, registros históricos dão conta que os primeiros reis Momos de que se tem notícia desfilavam em festas de orgia por volta dos séculos 5 ou 4 a.C. Geralmente, o escolhido era alguém gordinho e extrovertido – provavelmente vem daí a inspiração para a folia brasileira. Já nas bacanais romanas, os participantes selecionavam um Rei Momo entre os soldados mais belos do exército.

“Esse monarca era o governante de um período de liberdade total e desfrutava de todas as regalias durante a festa, como comidas, bebidas e mulheres”, diz o historiador Hiram Araújo, diretor cultural da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa).

No Brasil, a tradição de eleger um Rei Momo durante o Carnaval apareceu primeiro no Rio de Janeiro, em 1933. Naquele ano, a coroa foi entregue ao jornalista Morais Cardoso, que ocupou o trono até morrer, em 1948. A novidade fez sucesso e hoje várias cidades brasileiras também escolhem seu Momo.

Pré-requisitos

Os critérios são de caráter subjetivo, ou seja, para garantir o título de Rei, rainha e princesas é preciso ter simpatia, beleza, desembaraço, sociabilidade, samba no pé e ser amante do Carnaval. Homens e mulheres, com no mínimo 18 anos, moradores de Cururupu, amantes do samba e da folia carnavalesca.

A escolha será na noite do dia 04 de fevereiro, em clima de festa na Praça Dô Carvalho,  data em que encerra a programação da bandinha tradicional “Herdeiros de Beloca” responsável por grande animação antes do reinado de momo.

Premiação

Além de receber a chave da cidade, a corte momesca também será premiada com valores em dinheiro, ao Rei Momo e Rainha do Carnaval serão pagos o valor de R$ 1.000,00 (Um mil reais) e às duas Princesas escolhidas, a premiação é de R$ 700,00 (setecentos reais).  Miais informações nos contatos: (98) 984590579 ou 984984451. 

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.