Palácio das festas, expoente da cultura cururupuense é reinaugurado

0

Quem é de Cururupu certamente já ouviu falar no histórico e imponente Palácio das Festas, até ai tudo bem, ocorre que o local que antes foi palco do glamour e dos grandes eventos cururupuenses ficou em ruína por muito tempo, há quem acreditasse inclusive que jamais seria recuperando, pois bem, toda essa situação ficou no passado, pois um grupo de cururupuenses, mais precisamente a Associação dos Filhos e Amigos de Cururupu (AFAC), juntamente com seus parceiros revitalizaram aquele que em outrora foi certamente o local de destaque especialmente da elite local e dos grandes eventos da cidade de Cururupu.

Na oportunidade ainda foi inaugurada uma Galeria em homenagem aos filhos ilustres de Cururupu, a qual também abrigará uma biblioteca que recebeu uma doação de 600 livros do professor e médico, Natalino Salgado Filho. Entre os que foram eternizados na Galeria de Ilustres estão o ex-governador Antônio Jorge Dino (falecido) e o ex-reitor da UFMA, Natalino Salgado Filho. A homenagem é um justo reconhecimento aos serviços prestados por médicos, advogados, professores, padre, músicos e demais membros da sociedade de Cururupu ao município.

“Nobres filhos e amigos de Cururupu, amanhã é o esperado dia da reinauguração do Palácio das Festas. Essa grande realização é fruto da UNIÃO e dedicação de pessoas comprometidas com a nossa causa. Agradecemos a colaboração e o apoio de todos”, diz uma postagem na página do Facebook mantida pela Associação dos Filhos e Amigos de Cururupu, esclarecemos que a postagem em questão foi do dia 12 de janeiro, fazendo referência ao dia seguinte, ou seja, 13 de janeiro, dia da inauguração. 

Conforme dizia a postagem deu tudo certo, na manhã do último sábado (13),  de janeiro aconteceu a reinauguração do Palácio das Festas, sede administrativa e social da Associação dos Filhos e Amigos de Cururupu, a obra de reconstrução foi realizada pela AFAC, entidade responsável pelo prédio.

Os membros da AFAC demonstraram empenho, dedicação e amor a terra amada. Se comprometeram a fazer um ato de generosidade a um espaço que tem a história cururupuense em suas paredes, revitalizando e realizando um memorável trabalho. 

Parabéns a todos que fazem parte da AFAC que demonstram competência e responsabilidade ao administrar os recursos da entidade e fazerem ações que impulsionam cada dia a autoestima dos cururupuenses. 

Na contramão do Palácio das Festas, está o antigo prédio da prefeitura, sede do poder executivo municipal, pois o prédio encontra-se em ruína, imponente, é um dos prédios mais bonito da cidade, fruto de uma história que resiste ao tempo e ao descaso com o patrimônio e a história da cidade.

Mesmo após o judiciário determinar a recuperação do prédio nada foi feito, ou quase nada, uma vez que realizaram escora para que o mesmo não venha ao chão e cause uma tragédia aos transeuntes.

Torcemos para que os acervos históricos da cidade sejam recuperados e devolvendo aos seus moradores um resgate de sua cultura a exemplo do que fez a Associação dos Filhos e Amigos de Cururupu que mesmo com todas as dificuldades e escassez de recursos não mediu esforço em revitalizar um ponto de tamanha importância aos cururupuenses. 

Um pouco sobre a AFAC

Sociedade Civil de Direito Privado, registrada no Cartório de Registro Civil de Pessoa Jurídica sob o nº. 36.428 declarada de utilidade pública através da Lei Estadual  nº 9267 de 31 de agosto de 2010, com foro no município de Cururupu-MA e endereço provisório na Avenida João Pessoa, nº. 387, Bairro Filipinho, no Convento São José, São Luís – MA.

A AFAC foi fundada em 16 de fevereiro de 2009, após as comemorações referentes ao Jubileu de instalação da Missão Canadense São Jacinto em Cururupu. Constitui em uma entidade sem fins lucrativos, finalidade política ou religiosa, de caráter social e cultural e gestão comunitária composta por número ilimitado de associados.

Dentre outros objetivos tem por finalidade representar, cooperar com autoridades, organismos públicos e privados, órgãos de classe, sociedade civil organizada e comunidade em geral, visando promover os interesses comuns da população cururupuense, assim como desenvolver programas, projetos e atividades culturais, de defesa e conservação do patrimônio histórico e artístico da região. Nesse contexto, continua vivo o sonho de disponibilizar para a comunidade cururupuense um espaço de convivência comunitária destinado a reuniões, vivências, formações, capacitações, bem como a implementação de uma biblioteca.

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.