CEMAR corta energia de poço do SAAE de Cururupu e vários bairros ficam sem água

0

Um poço que pertence ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Cururupu (SAAE), Autarquia municipal, localizado no bairro da Rodagem e que atende diversos outros bairros teve o serviço de fornecimento de água suspenso à aproximadamente quinze dias (15), o motivo da suspensão é o débito que o SAAE tem com a Companhia Energética do Maranhão (CEMAR), segundo populares entrevistados pelo ICURURUPU, e que tiveram acesso aos débitos através de um funcionário da companhia de energia, o montante já ultrapassam os cem mil reais. 

Bairros como São Benedito, Rodagem, Vila União, Brasília e adjacentes são atendidos pelo poço, todavia, todos estão sem água a mais de quinze dias em decorrência do débito da Autarquia (SAAE), responsável pelo abastecimento, ainda segundo os moradores dos bairros, várias residências já estão recebendo contas mesmo sem estarem consumindo água, uma vez que o fornecimento está suspenso, o que inclusive causou revolta entre os moradores.

O ICURURUPU teve acesso ao comunicado que a CEMAR fez ao SAAE informando da suspensão em decorrência da falta de pagamento, ou seja, o SAAE está devidamente notificado da suspensão, porém até o momento não resolveu o problema e a população já não sabe a quem recorrer com esse grave problema.

Segundo uma fonte ouvida pelo ICURURUPU, pessoas estiveram no SAAE onde encontraram com o Diretor da Autarquia sobre o problema, na oportunidade tiveram a promessa da resolução do problema, o que nunca aconteceu, não satisfeitos, as pessoas prejudicadas se dirigiram até a prefeitura para tratar o assunto com a senhora prefeita do município que não foi localizada, porém, conseguiram falar com o Vice Prefeito do município que diante da informação da suspensão do fornecimento de água por falta de pagamento, esclareceu a questão do débito e disse que de fato estavam em vias de negociações e mais uma vez tiveram a promessa de resolução da falta d’água e deram um prazo dentro daquela semana para solucionar o problema, ocorre que para a surpresa dos moradores, não apenas suspendeu a energia do poço, a CEMAR também na última semana retirou o registro do local bem como os fios afim de evitar que o SAAE pudesse religar a energia sem o efetivo pagamento.

Ainda nos relatou um morador que esteve no SAAE, que ficou surpreso em ouvir que o corte não era em decorrência da falta de pagamento da unidade de bombiamento do poço da Rodagem, e sim por débito genérico da Autarquia e que a CEMAR teria escolhido a unidade da Rodagem para suspender o serviço, é claro que essa informação não procede, pois cada unidade consumidora possuem um registro, e é com base no registro / consumo e no débito vinculado à este que a suspensão decorre, ou seja, a informação passada pelo SAAE não é verdadeira.  

Diante da falta de água, e do não cumprimento por parte do SAAE e da regularidade do serviço, a população clamam para que as autoridades possam intervir no sentido de resolver o problema o quanto antes, pois a necessidade de água é diária, sem a qual a vida se torna um drama para a população.

O problema de falta d’água em Cururupu não é de hoje, esse problema já decorre de muito tempo, diversos bairros da cidade sofre com a irregularidade no fornecimento de água. Diversas administração já se passaram e o problema parou no tempo, e ao que indica ainda é um problema longe de solução.

O OUTRO LADO

Em contato com o representante do SAAE de Cururupu, senhor Mariano, o mesmo confirmou a suspensão do fornecimento de energia no poço da Rodagem, disse ainda que nesta segunda feira (29), terá uma reunião na unidade regional da CEMAR na cidade de Pinheiro, e que somente após esta reunião terá uma previsão de quando o problema será resolvido, ou seja, até lá a população irá continuar sem o fornecimento de água pelo SAAE. 

SOBRE O SAAE

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), é um tipo de autarquia à qual a Administração Direta, no caso a prefeitura de Cururupu, outorga os serviços públicos de saneamento básico, notadamente o abastecimento de água e o tratamento de esgoto do município, o SAAE possuem natureza jurídica própria, com sede e foro na cidade de Cururupu, dispondo de autonomia econômico-financeira e administrativa dentro dos limites traçados na lei que o constituiu. 

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.