Ex-prefeito de Cururupu Júnior Franco, rebate nota e chama prefeita Rosinha de mentirosa

1

CURURUPU-Após nota de esclarecimento encaminhada através da assessoria de comunicação da Prefeitura de Cururupu, Professora Rosinha, como forma de  exercer o direito de resposta  em razão de matéria que tratou do protesto realizado por servidores de Cururupu com salários atrasados, nota esta que a prefeita relata e explica a crise financeira e o atraso constante no pagamento dos servidores públicos, o ex-prefeito daquela cidade, Júnior Franco, que administrou Cururupu por quase 5 anos também em nota, se manifestou rebatendo as acusações feitas contra ele pela atual prefeita e a chama de mentirosa.

Abaixo a nota do ex-prefeito.

Senhor jornalista, em respeito à seus leitores e mais precisamente ao povo de Cururupu, eu Júnior Franco, ex-gestor o qual a atual prefeita tenta colocar como responsável pela gestão desastrosa que faz em tão pouco tempo, vem esclarecer:

1- A administração ‘destruindo com o povo’ falta com a verdade acentuadamente ao afirmar que os motivos para o não pagamento dos salários de servidores, e não só estes, mas aluguéis de imóveis, carros alugados para o município que são muitos diga-se de passagem, fornecedores, Cemar etc etc . Vejamos. A atual administração afirma de maneira leviana e com o intuito de justificar o injustificável, que teríamos deixado uma dívida com o INSS no valor de R$ 40 milhões, o que na verdade trata-se de uma mentira e ato criminoso, pois quem fez o parcelamento da dívida do município com o INSS, foi a nossa administração; e não foi de R$ 40 milhões e sim de R$ 17 milhões parcelados em 240 meses, dívida essa que fora feita pelo município em mais de 30 anos de gestões anteriores, inclusive a atual prefeita como gestora da educação também é responsável por boa parte dessa sonegação. O parcelamento foi feito no ano 2013 e é assinado por mim e pelo então secretário de Fazenda Sr Neto Araújo. Portanto a senhora prefeita falta com a verdade no propósito macabro de ludibriar o povo de Cururupu;

2- Quanto à questão que a tal nota de esclarecimento se refere à educação, também não prospera, pois deixamos todos os salários em dias e ainda deixamos mais de R$ 1.500.000,00 em caixa, R$ 400.000,00 de sobra dos repasses de dezembro de 2016 e R$ 1.000.000,00 que foi recebido pela atual gestão que seria referente as perdas de 2016. Isso sim é o que a prefeita tem que mandar uma nota esclarecendo o que foi feito com esse dinheiro;

3- Em quase 5 anos que administramos o município, o qual encontramos com 6 meses de salários atrasados e isso é sabido por toda Cururupu, nunca deixamos de pagar os devidos salários de quem trabalhou, pelo contrário, em apenas 45 dias de gestão colocamos todos o funcionalismo em dia e continuamos assim até deixarmos o município, e nunca deixamos de cumprir com essa obrigação sagrada sob o pretexto que o ex gestor deixou dívidas; enfrentamos quatro anos de recessão econômica com os pagamentos em dia e saímos deixando os funcionários com seus sagrados vencimentos em dia. Não se pode aceitar que com apenas 1 ano de recessão a atual gestão já tenha destruído a economia da cidade .

A pergunta que não quer calar é, quando a atual gestora vai começar administrar o município? Até quando esse discurso que a culpa é da gestão anterior vai durar?

Senhora prefeita, se quer de fato agradecer e fazer valer a votação vultuosa que a senhora obteve, o voto de confiança enorme que o povo colocou na senhora, tome as rédeas da administração, o povo elegeu foi a senhora, administre o município, a senhora não está administrando, a senhora está sendo administrada por um bando de mal feitores que não tem compromisso com o bem estar do município, ou se não se acha com capacidade de administrar, renuncie!

Posts Relacionados Mais do autor

1 comentário

  1. Adrian Fernandes Diz

    Esse ex prefeito é um imundo um covarde , se tem algum culpado pela crise financeira do nosso município é ele , corrupto , desonesto , temos vergonha de você .
    Em todo mandato passou esbanjando dinheiro público , tbm passou a maior para de seu mandato em São Luís.

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.