Tudo igual, Clássico Maranhense termina empatado em 1×1 no Castelão

0

Sampaio e Moto Club ficaram iguais no primeiro clássico do ano entre as duas equipes. Os gols foram marcados no primeiro tempo, com uma segunda etapa disputada de forma truncada e com quatro expulsões, duas para cada lado.

O jogo

O Sampaio tinha um plano de jogo. Dominar as ações do confronto. E assim foi durante as primeiras movimentações. O Moto plantava na defesa, à espera de uma oportunidade para contra-atacar, que pouco veio.

O domínio Tricolor não tardou a se materializar em gol. Jogada pelo meio que resultou em um passe no bico da grande área para Uilliam, que disparou um torpedo cruzado, rasteiro, e abriu o placar. O quarto gol do camisa nove Tricolor em dois jogos no campeonato.

Em desvantagem, o adversário tentou mudar a estratégia para igualar a partida, mas esbarrava no forte bloqueio do Sampaio, e tentava chegar pela bola aérea, sem surtir efeito.

Mas o futebol é traiçoeiro, e qualquer descuido se transforma em fatalidade. O primeiro tempo caminhava para o fim quando um lance espinhoso na área Tricolor se transformou no gol de empate. O ajuste de contas ficou para a etapa final.

O Sampaio Corrêa voltou para disputar os 45 minutos finais com a mesma proposta e aplicação. No entanto, a marcação prevaleceu, e as chances de gol se tornaram escassas.

O jogo ficou truncado, cheio de faltas e uma sucessão de expulsões começou a acontecer. César Sampaio e Maracás pelo lado Tricolor e outros dois motenses tomaram cartão vermelho, desta forma o clássico terminou com um empate, tanto no placar quanto nas expulsões.  

O empate no Superclássico mantém o Moto Club na liderança provisória do Campeonato Maranhense, com cinco pontos em três partidas, mas o Papão ainda pode ser ultrapassado nesta rodada por Imperatriz e Maranhão Atlético. Já o Sampaio Corrêa, com quatro pontos em dois jogos, assumiu temporariamente a vice-liderança do Estadual.

Agora, o Sampaio Corrêa volta as suas atenções para a Copa do Nordeste: nesta quinta-feira (8), às 20h, a Bolívia Querida recebe o Salgueiro no Estádio Castelão, em duelo válido pela segunda rodada da fase de grupos da competição regional. O Moto Club, por sua vez, só volta a campo no dia 18 de fevereiro, quando encara o Cordino no Estádio Leandrão, pela quarta rodada do Estadual.

Ficha Tricolor

Sampaio: Andrey, Bruno Moura (Rodrigo Fumaça), Odair Lucas, Maracás e Kaike (Marlon); César Sampaio, Nonato, Silva e Marcelinho; Wellington Rato (Yuri) e Uilliam.

Moto: Rodrigo Ramos; Wesley, Betão, Wanderson e Carioca (Matheus Rubens); Rafael Santos, Bruno Menezes, André Mensalão e Everlan (Shailison); Ricardo Maranhão (Jailson) e Jefferson Araújo. Treinador: Marcinho Guerreiro.

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.