Rádio Universidade FM Demite Jornalista após acusação de assédio sexual

0

O radialista do maranhense Samir Ewerton, foi demitido após denúncia de assédio sexual, segundo as investigações o radialista oferecia oportunidades de emprego por sexo. A delegacia está investigando o caso depois que uma transexual denunciou em seu blog pessoal que ele estaria realizando teste do sofá para dar vagas a jornalistas.

De acordo com o ‘G1’, a repercussão aumentou quando a jornalista Acsa Serafim divulgou nas redes sociais, prints da proposta feita pelo radialista Samir Ewerton.

De acordo com a Delegada da Mulher, Wanda Moura, cinco mulheres já fizeram denúncia alegando terem recebido mensagens do celular com propostas de sexo.

“Durante o dia de hoje (8), cinco mulheres apareceram registrando boletim de ocorrência de que teriam sofrido assédio por parte do radialista. Em troca de uma oportunidade de emprego, o mesmo estaria propondo relações sexuais com as mesmas. Todas estudantes. (…) São mensagens de celular que elas falam que recebiam. A partir do relato dessas vítimas a gente vai poder fazer uma tipificação mais especifica de que crime teria ocorrido”, afirmou.

Para a delegada, a partir das primeiras informações colhidas na delegacia, o radialista será intimado para prestar depoimento e ainda pode responder por outros crimes, além de assédio.

De acordo com a jornalista Acsa Serafim ao ‘G1’, já existe um grupo em uma rede social em que mais de 50 mulheres afirmam terem passado por casos de assédio com ele.

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.