Mulher rouba 55 celulares no carnaval de Pinheiro e acaba presa em São Luís

0

A Polícia Militar prendeu na manhã desta quinta-feira (15) uma mulher identificada como Marta Cristina Costa Santos, de 34 anos, que estava em posse de diversos objetos furtados no carnaval da cidade de Pinheiro, a 333 Km de São Luís. Dentre eles havia 55 celulares.

De acordo com o Major Cláudio André, comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar, a prisão foi realizada na residência de Marta no bairro Coroadinho, em São Luís . Dentre todos os objetos, foram achados:

  • 55 celulares
  • 6 munições intactas calibre 38mm
  • 2 relógios
  • 2 porta cédulas
  • 1 lixadeira elétrica
  • 3 carregadores portáteis para celular

No caso de documentos furtados, a policia orienta que o cidadão faça uma busca no Departamento de achados e perdidos do Comando Geral da Polícia, no bairro Calhau, em São Luís. Nos últimos dias do carnaval, cerca de 1.500 documentos foram parar no departamento, sendo 380 só nos cinco dias de folia. São carteiras de identidade, carteiras de trabalho, registros de veículo e cartões de crédito.

Marta Cristina foi presa em casa portando mais de 50 celulares roubados (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Do total, 600 documentos já foram devolvidos. Para fazer o resgate de maneira simples o dono dos documentos tem prazo de até seis meses, período em que os documentos ficam no departamento. Segundo o tenente-coronel Cláudio Farias, basta ir até lá levando o boletim de ocorrência.

“Rapidamente a gente verifica se esse documento já se encontra aqui. Caso se encontre, a pessoa deve se deslocar até o Comando Geral em posse do boletim de ocorrência para que assine um termo de responsabilidade e o documento seja devolvido”, afirmou.

O mesmo serviço de achados e perdidos é oferecido no interior do estado, de forma regionalizada. Nesse caso, a pessoa que perde a documentação deve procurar a sede do batalhão ou da companhia independente mais próxima de sua residência. São 22 unidades espalhadas pelo Maranhão.

O boletim de ocorrência é exigido na devolução e também respalda em caso de fraude. Mas, de acordo com o tenente-coronel Cláudio, ao sair de casa existem ainda outras orientações para evitar a preocupação das informações pessoais caírem em mãos erradas ou de gastar tempo e dinheiro tirando segunda via.

“Leve somente o mínimo necessário para a sua identificação em caso de acidente. O ideal é que a pessoa, ao ir a um grande evento, por exemplo, identifique o tipo sanguíneo, o telefone de contato caso sofra algum tipo de sinistro. Mas a carteira de identidade é muito importante ter, mas também ter o cuidado de não perder para evitar o transtorno de ter que tira uma segunda via ou registrar ocorrência em delegacia”, declarou.

O telefone para consultar se o documento perdido está no Comando Geral da Polícia Militar é o (98) 3268-3066. As Informações são do G1/MA.

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.