O Supremo Tribunal Federal autoriza quebra de sigilo bancário de Michel Temer

0

presidente Michel Temer afirmou por meio de nota que dará à imprensa “total acesso” às informações do extrato bancário dele. “O presidente não tem nenhuma preocupação com as informações constantes nas suas contas bancárias”, disse.

A nota foi divulgada pela Secretaria de Comunicação Social do Planalto, na noite de segunda-feira (5), após a revista Veja informar que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, autorizou a quebra do sigilo bancário do peemedebista.

Temer é investigado por suposto favorecimento à empresa Rodrimar S/A, que atua no Porto de Santos, ao editar o Decreto dos Portos, de 2017. Também são alvos do inquérito seu ex-assessor especial Rodrigo Rocha Loures e dois executivos da Rodrimar. O texto ampliou o período de concessão para companhias do setor portuário de 25 para 35 anos.

Barroso é o relator do inquérito e autorizou as investigações com base nas delações de Joesley Batista, dono do grupo J&F, e de Ricardo Saud, ex-executivo do grupo, segundo explica o G1.

Leia a íntegra da nota emitida pela Presidência:

“Nota à imprensa

O presidente Michel Temer solicitará ao Banco Central os extratos de suas contas bancárias referentes ao período mencionado hoje no despacho do iminente ministro Luís Roberto Barroso. E dará à imprensa total acesso a esses documentos. O presidente não tem nenhuma preocupação com as informações constantes nas suas contas bancárias.

Secretaria Especial de Comunicação Social”

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.