População dos Povoados Aquiles Lisboa, Roça de Baixo e Maracujatiua Reclamam das Péssimas Condições das Estradas

0

CURURUPU – Os moradores dos povoados Aquiles Lisboa, Roça de Baixo e Maracujatiua, todos em Cururupu usaram a rede social para denunciar as péssimas condições das estradas, uma vez que não conseguem dialogar com o poder público municipal. No verão é poeira e no inverno muita lama, o problema é histórico e parece não ter fim, ao que parece só servem mesmo para que os gestores possam fazer promessas em período eleitoral, pois após assumirem o poder nada é feito e a população uma vez mais é esquecida.

Situação caótica da estrada do povoado Roça de Baixo e Maracujatiua em Cururupu

A justificativa é sempre a mesma – chuvas fortes, como se isso não fosse previsto, como se ninguém sabia que no inverno chovesse e que as medidas para evitar o problema precisam acontecer antes que o problema se agrave, mais nada ou quase nada é feito, o resultado é a população sofrendo com a falta de infraestrutura, atoleiro, ônibus em situação deplorável, tornando percursos de horas ou minutos em dia inteiro parados nas estradas, ao invés do conforto do transporte, lhe são oferecido é o duro trabalho diário de desatolar os ônibus, do contrário não conseguem nem mesmo chegar no seu local de destino, enquanto isso, os gestores do município, viajam em carros confortáveis, ao se elegerem umas das primeiras medidas é alugarem logo veículos confortáveis para seu uso, seja pessoal ou institucional enquanto a população clamam por socorro que parece nunca vim. 

A atual prefeita de Cururupu, professora Rosinha, foi eleita com o manto de romper com o retrocesso que perduram em Cururupu há anos, todavia, passado quase 18 meses de sua gestão os problemas de outrora continuam e a população que sofre com essa situação. 

Passageiros tendo que empurrar ônibus para sair dos lameiros e dos buracos nas estradas de Cururupu

Péssimas Condições Da Estrada Isola População De Centro Do Meio Em Cururupu

Recentemente a população do povoado Centro Do Meio em Cururupu entraram em contato com o ICURURUPU para denunciar as péssimas condições da estrada que liga o povoado à sede do município, conforme pode ser comprovado no vídeo abaixo. Os moradores relatam que já não sabem a quem recorrer, pois no verão é poeira e no inverno é lama. Ainda segundo uma moradora que nos enviou o vídeo só se percebe a presença do poder público no período de eleição, passado esse período não mais é possível a presença de alguma autoridade no Povoado, os moradores cobram uma posição urgente do poder público municipal em especial da prefeita do município, uma vez que segundo a moradora relata em vídeos, a prefeita esteve na comunidade quando precisou de votos no período da eleição, prometeu melhorias e após ser eleita nunca mais voltou para retribuir a confiança que os moradores depositaram nas urnas. Vejam o vídeo.

Todos são conscientes do período de chuva, mais isso não pode ser salvo conduto pra deixar a população completamente isoladas, e os que se arriscam a viajarem precisam passar o dia nas estradas sofrendo com as péssimas condições. É de conhecimento do poder público que no inverno chove, cabe a este buscar solução antes do período chuvoso para que esses tipo de problemas não continuem acontecendo. Ao que parece os gestores tem a certeza que não serão cobrados pela sociedade, afinal acreditam que o problema é histórico e por isso podem esperar um pouco mais. Diante da situação cabe aos moradores dessas comunidades e povoados se mobilizarem para cobrarem das autoridades a completa recuperação da estradas, que busquem o Ministério Público, o Poder Judiciário, em fim, os meios legais no sentido de reverterem essa situação que já é impraticável em tempos atuais. 

Cabe aqui um questionamento, será que as autoridades municipais de Cururupu andam nessas estradas, será que esses gestores não tem conhecimento do quase total isolamento dessas comunidades, quais são as razões para não fazerem nada diante de tamanho descaso, queríamos aqui está anunciando a recuperação das estradas, as melhorias nas vidas das pessoas, o desenvolvimento no município, mais infelizmente isso só fica no discurso nos gabinetes, pois na prática a situação é totalmente o contrário, e quem sofre são exatamente aqueles que mais precisam, esperamos sinceramente que algo possa ser feito, não basta justificar erro do passado, o presente clama por solução que venha romper com os sucessivos problemas que estas comunidades já tem ao logo de vários anos. 

É sempre a mesma coisa, sai prefeito entra prefeito e a culpa é sempre do que deixou o poder, o que está governando nunca tem culpa nem responsabilidade por nada, isso precisa acabar, e só vai ser possível quando a população tomar consciência de seu papel nesse processo, do contrário serão sempre vítimas dessas justificativas que por se só não se justifica, afinal de contas se eleitos foram, precisam dizer pra quer, e o tempo já foi que o suficiente para demonstrar que de fato é diferente daqueles que tanto criticam 

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.