Chapecoense vence a primeira no Brasileiro e tira a invencibilidade do líder Flamengo

0

Em um jogo de baixo nível técnico, porém, muito movimentado, a Chapecoense venceu o líder Flamengo por 3 a 2, neste domingo, na Arena Condá. Foi a primeira vitória do time catarinense. O Rubro-Negro, que optou por um time misto, pagou o preço e perdeu a invencibilidade. Canteros, Guilherme (pênalti) e Leandro Pereira marcaram para o time da casa. Guerrero e Vinícius Jr. descontaram.

Apesar da derrota, o Flamengo se manteve líder do Brasileiro. No entanto, o time carioca agora tem as companhias de Corinthians e Atlético-MG, com os mesmos 10 pontos. O trio tem o mesmo número de vitórias (3), mas o Rubro-Negro tem um saldo de gols melhor (6). No próximo sábado o time enfrenta o Vasco. Antes, porém, o desafio será contra o Emelec, quarta, pela Libertadores. Os dois jogos serão no Maracanã.

A Chapecoense, por sua vez, deu um salto com sua primeira vitória. Agora com 6 pontos, a equipe catarinense deixou a zona de rebaixamento e está na 12ª colocação. O time catarinense volta a campo pelo Brasileirão no dia 21, quando visita o itner no Beira-Rio.

O jogo

Um Flamengo com mais posse de bola (56%), mas irreconhecível. Com uma equipe recheada de reservas e Rodinei improvisado na ponta, o Rubro-Negro levou um passeio da Chape na etapa inicial. Especialmente no lado esquerdo de sua defesa, com Apodi infernizando Trauco. Foi nas costas do peruano, inclusive, que saiu o primeiro gol, após jogada do lateral da Chape. Apodi cruzou para o ex-rubro-negro Canteros colocar os catarinenses em vantagem.

O Flamengo voltou para o segundo tempo sem mudanças, mas com uma nova postura. E empatou aos 3 com Guerrero, após cruzamento do compatriota Trauco. Foi o primeiro gol do camisa 9 após voltar de suspensão. O empate abriu a partida, mas quem fez o segundo foi a Chape. Após falha de Juan, a arbitragem marcou pênalti polêmico de Jonas em Guilherme. O próprio Guilherme cobrou e marcou. Barbieri teve de mexer e colocou Vinicius Junior. O garoto precisou de poucos minutos para empatar a partida, após novo cruzamento de Trauco. O Flamengo até deu a impressão de que poderia virar e deixar a Arena Condá com a vitória, mas sofreu o terceiro nos acréscimos. Aos 45, Eduardo cruzou, e Leandro Pereira deu a primeira vitória para a Chape.

O Flamengo não tem muito o que comemorar, mas Guerrero, ao menos, marcou seu primeiro gol após suspensão de seis meses imposta pela Fifa. Até então, o último gol do peruano tinha ocorrido em 10 de outubro, no empate entre Peru e Colômbia. Com a camisa rubro-negra, o camisa 9 não marcava desde 17 de setembro do ano passado, na vitória por 2 a 0 sobre o Sport.

Trauco não começava uma partida desde fevereiro e recebeu nova oportunidade neste domingo. Foi muito mal no primeiro tempo, deixou espaços na esquerda e falhou no primeiro gol da Chape. Na volta do intervalo, no entanto, tentou se redimir. Ele foi o responsável pelas assistências dos dois gols do Flamengo.

Apodi foi o grande destaque da Chapecoense. Pelo lado esquerdo da defesa do Flamengo, o lateral deitou nas costas de Trauco, especialmente no primeiro tempo. Ele deu assistência para Canteros marcar e também poderia ter deixado o seu. Na etapa final, o time carioca corrigiu a marcação, mas Apodi continuou dando trabalho. Com Informações de GloboEsporte.com/sc

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.