Delegado da PF é morto após ter casa invadida no Maranhão

0

Um delegado da Polícia Federal (PF) foi assassinato após ter a casa invadida por bandidos na noite desse sábado (5), no município de São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís (MA), no fim da festa da filha, de 5 anos.

Em nota, a Polícia Federal informou que Davi Farias de Aragão, de 36 anos, era casado e tinha duas filhas. Atualmente, ele comandava a Delegacia de Repressão aos Crimes Fazendários no estado.

“O estimado colega era natural desta capital, tinha 36 anos, era casado e tinha duas filhas. Ingressou na Polícia Federal há mais de doze anos, com atuação exemplar e comportamento louvável, coordenou várias operações policiais e contribuiu intensamente em ações de combate ao crime. Atualmente chefiava a Delegacia de Repressão aos Crimes Fazendários”, diz nota assinada pela superitendente da PF no Maranhão, Cassandra Ferreira Alves Parazi.

Segundo o G1, com informações do delegado Jefrey Furtado, plantonista na Superitendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), os assaltantes invadiram a casa de Aragão por volta das 23h, por meio de uma residência vizinha.

Três bandidos chegaram a pé até o local e pularam o muro. Eles perceberam que tinha pessoas na casa quando um entregador chegou para deixar uma pizza.

Os homens foram identificados como Davi Costa Martins, um como apenas Leandro e Wanderson de Morais Baldez. O terceiro foi detido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Luizão, quando procurou por socorro por ter sido ferido em um dos braços por tiros. De acordo com a polícia, houve luta corporal entre os três bandidos e o delegado, disparos de arma de fogo, facadas e mordidas. A Polícia Civil informou ainda que Wanderson de Morais Baldez deveria estar sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.

Nota de pesar

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) manifesta profundo pesar pelo falecimento, na noite de ontem, 05 de maio, do delegado de Polícia Federal David Farias de Aragão, que teve sua vida interrompida
de forma trágica e prematura por um homicídio ocorrido na residência de sua família, localizada no bairro do Araçagi, em São Luís (MA).

A atuação destacada e exemplar do delegado David Farias de Aragão sempre marcou o exercício de suas funções nas diversas ocasiões em que trabalhou em conjunto com o Ministério Público Federal no combate ao crime e à corrupção, pela qual os procuradores da República e servidores do MPF/MA expressam seu reconhecimento e gratidão pelos dedicados serviços e contribuições prestadas por David Aragão à toda a sociedade maranhense.

O MPF/MA decreta luto oficial por 3 dias e se solidariza com os familiares, amigos e colegas de trabalho pela irreparável perda, bem como oferece apoio às investigações e todo o suporte institucional necessário para o esforço de esclarecimento do fato e prisão dos criminosos responsáveis.

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.