Mais um homicídio é registrado no município de Bequimão

0

BEQUIMÃO – Na manhã desta terça-feira (8) um homicídio foi registrado na cidade maranhense de Bequimão, município este que fica localizado na região norte da baixada maranhense a 361 km da capital São Luís. O fato tem deixado os moradores da cidade assustados, pois trata-se de uma cidade pequena, de pouco menos de 30 mil habitantes e que até então era considerada tranquila. 

Desta vez a vítima foi identificada como sendo João Pedro Pereira Lobato, conhecido na cidade por “Hominho” de 29 anos, morador do povoado Baixo Escuro, na zona rural de Bequimão. O crime aconteceu por volta das 9h30 nas proximidades do Parque Expocapril, na MA106, na comunidade Frederico. De acordo com populares, Hominho estaria em uma motocicleta viajando no sentido centro da cidade.

Ainda segundo informações não oficiais, a vítima teria sido surpreendida por dois elementos que estavam em outra moto e dispararam vários tiros na cabeça da vítima. “Hominho” como era conhecido, teria perdido controle da moto e caído em uma pequena ribanceira, ainda segundo informações a vítima estava acompanhado da esposa, que teve pequenas escoriações pelo corpo mais maiores problemas.

Policiais civis e militares estiveram no local do crime, e acionaram a equipe de saúde do Hospital Lídia Martins, que fez a remoção do cadáver e prestou socorro a esposa da vítima. As investigações vão tentar desvendar os motivos que levaram a morte de Hominho, já que a vítima era acusada de ter assassinado um rapaz identificado por Sílvio Dênis Cantanhede, de 34 anos, conhecido por Deninho de Curió, morto com dois tiros em 12 de junho de 2015, no bairro cidade nova também em Bequimão.

A linha de investigação Polícia Civil deve tratar como vingança, acerto de contas, já que a vítima tinha inimigos na cidade.

Primeiro caso registrado 

No último dia 3 de março de 2018 na localidade Barroso, zona rural de Bequimão, um comerciante de aproximadamente 72 anos foi brutalmente assassinado dentro de sua roça [ terreno de cultivo agrícola, normalmente unifamiliar]. A vítima identificada por Vicente França, morador da Comunidade Floresta, foi encontrada morta e até hoje o caso não foi esclarecido pela autoridade policial e por conseguinte nenhuma acusado apresentado. Os altos índices de violência que tem assombrado o município está deixando a população preocupada, uma vez que o município sempre gozou de tranquilidade, diante dos fatos, cobram das autoridades providencias para que a tranquilidade possa ser restabelecida na cidade e na zona rual.

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.