Em Carta Aberta ao Repórter Carlos César Sena, Sindicato Repudia O que Chama de Ataques e Desrespeitos

0

Em carta aberta, o Sindicato dos servidores públicos municipais de Cururupu repudiam o que consideram ataques desrespeitosos  e ofensivos sofrido por radialista em programa de rádio local, confiram a carta na íntegra. 

“Desde o mês de abril, o intitulado repórter Carlos César, conduz seu programa na rádio local,  adotando medidas que contrariam a dignidade dos professores, com severos ataques e desrespeitos, entre outras ofensas.Com uma política de perseguição à classe ,este senhor faz vários comentários de ordem pessoal para denegrir e  prejudicar alguns professores, que segundo ele ministram aulas pelo método arcaico,aulas desmotivadas e desinteressantes, que levam os alunos à indisciplina e baixo rendimentos de aprendizagens, dentre outras mazelas do sistema público. Instalando um clima de total indignação entre professores e população que exigiram providências cabíveis do Sindicato,  representante legal da categoria ,contra os constantes ataques desse Senhor aos professores municipais.

Senhor Carlos César, a LDB, em seu artigo 67, nos seus incisos de I a VI dá as providências  para mudarmos esta realidade, tratando do aperfeiçoamento, atualização dos profissionais, como a responsabilidade é do poder Administrativo, fica difícil a execução. Meu caro fiscal, estamos falando da escola pública. Não é obrigação do professor, arcar com os materiais pedagógicos da escola. As escolas municipais só oferece quadro giz e com deficiência, o livro didático aos professores, situação, que evidencia a ineficiência do órgão competente.

É humilhante  e vexatório suas acusações aos professores, mas fazendo isso, o senhor expõe também, o Órgão Empregador a uma denúncia precisa. Pois suas severas críticas de cunho pejorativos como as citadas pelo senhor: preguiçosos, despreparados psicologicamente, cansados e descomprometidos, carece uma investigação. Com isso, o Sr.compromete a Gestão Municipal é ele o responsável maior pelo nosso sistema de ensino. E tudo isso são oriundos da falta de investimentos na Educação, da responsabilidade com gerenciamento dos recursos da educação, assim a qualidade do trabalho do professor fica a desejar.

Mudar a escola pública exige investimentos, exige uma política de valorização dos trabalhadores e trabalhadoras da educação, exige motivação e trabalho coletivos, exige respeito à prática do professorado, pois é só a partir desta prática é que pode ser avaliado o seu trabalho, podem ser identificados os seus limites e seus valores.

Acredito não ser esta uma atribuição do conselho tutelar e sim da parte pedagógica da escola e SEMED. Ao Conselho Tutelar, cabe zelar pela proteção da crianças e adolescentes do Município com as normas constantes da lei do Estatuto da Criança e do Adolescente. Havendo desvio da realidade em relação às normas do Estatuto, exerça as atribuições que lhe são confiadas pela Lei Federal, faça as suas intervenções. Não acredito que esteja lhe faltando serviços numa cidade, como a nossa que cresce a cada dia o número de crianças e adolescentes envolvidos com o mundo das drogas, gravidez precoce e outras mazelas sociais. Investigue as tais “baladas“ nos fins de semanas e terás muito o que denunciar.

A pedido de muitos professores, gostaríamos de convidá-lo a estar conosco nas escolas, para juntos lutarmos pelo bem estar das nossas crianças e adolescentes. Diante do exposto nesta carta, pedimos à sociedade, pais e   estudantes da Rede Municipal, e à comunidade em geral, que se solidarizam com os professores e reflitam sobre as graves consequências de toda esta situação de desrespeito aos professores. Pedimos também a compreensão e o apoio da população por termos a consciência de que a luta dos professores é por melhores condições de trabalho, por uma educação digna e de melhor qualidade para os filhos e filhas de trabalhadores de Cururupu.
Cururupu, 27 de maio de 2018.

SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE CURURUPU-MA”.

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.