Sampaio Corrêa vence em casa, empata na fonte nova e é campeão da Copa do Nordeste 2018

0

A torcida do Bahia fez uma imensa festa na Fonte Nova neste sábado (7), mas saiu frustrada. O Sampaio Corrêa segurou o time em Salvador, arrancou um empate sem gols e conquistou o título da Copa do Nordeste. É a primeira conquista de uma equipe maranhense na competição – já o Bahia busca o tetracampeonato, o segundo troféu consecutivo.

O Sampaio mostrou novamente a força defensiva na Copa do Nordeste e não sofreu nenhum gol na Fonte Nova com mais de 45 mil torcedores do Bahia. Com o placar sem gols, a Bolívia Querida garantiu o título de campeã do Nordestão 2018, pois venceu o primeiro jogo, em São Luís, por 1 a 0, com gol de Uilliam. Este é o primeiro título do Sampaio na competição e também do futebol maranhense. A conquista rendeu ao clube o prêmio de R$ 1.5 milhão e também a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil de 2019. 

Com uma postura defensiva firme, em jogo repleto de faltas e cartões amarelos, o Sampaio Corrêa aproveitou o regulamento. Como havia vencido a partida de ida por 1 a 0, em São Luís (MA), o Tubarão maranhense segurou o 0 a 0 em Salvador (BA) e, na noite deste sábado (7), conquistou pela primeira vez a maior competição regional do mundo. Andrey foi definitivamente o nome do Sampaio na final da Copa do Nordeste,  goleiro foi decisivo nos dois jogos.
 
Muita festa na Fonte Nova neste momento dos ‘bolivianos’

A Bolívia Querida se classificou na fase de grupos na mesma chave que o Ceará. No mata-mata, foi deixando favoritos para trás. Passou pelo Vitória (BA) nas quartas de final e eliminou o ABC (RN) na semifinal. 

Na decisão, o gol de Uilliam, aos 53 segundos de jogo – o mais rápido do Nordestão 2018, deu a vantagem ao Tubarão no jogo de volta. Ou melhor, garantiu a taça. 

O Bahia, que se vencesse igualaria o rival Vitória em quatro conquistas do regional, segue como segundo maior campeão, com três troféus, ao lado do Sport (PE). O Sampaio se junta a Ceará (CE), América (RN), Campinense (PB) e Santa Cruz (PE), campeões por uma única vez. 

O JOGO

O primeiro tempo foi de domínio do Bahia, mas o resultado continuou sendo favorável ao Sampaio. A iniciativa foi do time maranhense. Logo aos dois minutos, Fernando Sobral cobrou falta e forçou uma defesa difício de Anderson. Depois, só deu Bahia. O primeiro bom lance do time da casa foi aos quatro minutos quando Tiago quase marcou gol de cabeça, após arremesso lateral de Léo. Depois, o Bahia dominou o meio-campo. Pressionou principalmente com jogadas pelas laterais, mas a defesa do Sampaio estava atenta e com a marcação fortalecida. Aos 38 minutos, Zé Rafael teve boa oportunidade, ficou de frente com Andrey e o goleiro do Sampaio evitou o gol baiano. O primeiro tempo foi marcado ainda por faltas duras de ambos os lados. Ao fim, o Sampaio teve três cartões amarelos e o Bahia recebeu um.

O segundo tempo não mudou o estilo de jogo. O Bahia tentando de todas as formas, pressionando com levantamentos na área e a defesa do Sampaio conseguiu segurar a ‘onda’. Mas com o nervosismo cada vez maior, o Bahia não conseguia mais chegar com tanto perigo e o Sampaio começou a explorar mais o campo de ataque, tanto que por duas vezes o time maranhense teve boa oportunidade de tentar o gol de fato, uma delas foi com Wellington Rato, aos 49 minutos. E a melhor chance do Bahia foi aos 50 minutos quando Brumado recebeu na pequena área e no chute Andrey defendeu e a bola foi pra fora. Foi o último lance do jogo. Depois disso, foi a vez do Sampaio festejar o título.

O time é o 16º colocado, com 15 pontos e um jogo a menos. Na próxima sexta-feira, a equipe vai a Maceió enfrentar o CSA pela 15ª rodada. O Bahia, por sua vez, está na zona de rebaixamento do Brasileirão, com 12 pontos. O tricolor mede forças com a Chapecoense na quinta-feira que vem, pela 13ª rodada.

Posts Relacionados Mais do autor

Comentário

Seu endereço de email não será publicado.