Inusitado, em consulta médico chama paciente de burro e cobra consulta em UPA

Avião da Ethiopian Airlines cai com mais de 150 pessoas a bordo
10 de março de 2019
Serrano do Maranhão deve ser contemplado com uma unidade do Restaurante Popular
10 de março de 2019

Inusitado, em consulta médico chama paciente de burro e cobra consulta em UPA

© PixaBay

Testemunhas flagraram um médico debochando e até cobrando dinheiro para continuar a consulta em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. Nas imagens que circulam nas redes sociais, o médico chama o paciente de burro e afirma que atende apenas os casos mais complexos porque tem muito tempo de formado.

“…você é burro e não entende, por isso que você tá usando camisa do Flamengo, inclusive”, disse o médico.

Ao terminar o atendimento, o médico afirma que o preço das próximas consultas é de R$ 50 para todo o mês. “…50 reais é a consulta pro mês todo. É só um preço simbólico pra esse cara não encher o meu saco, o diretor do hospital”, declara.

De acordo com o G1, Jonathan Gonçaves Mendes disse que foi atendido pelo médico na madrugada de quinta-feira (7). Ele gravou a consulta pelo celular e disse que o médico estava transtornado.

Uma outra paciente, que preferiu não se identificar, afirma que foi atendida pelo médico e, segundo ela, o homem “parecia não estar sóbrio”.

A reportagem do RJ2 esteve na UPA na tarde de sábado (9) para tentar entrevistar algum representante e foi informada que o diretor só estaria na unidade na manhã deste domingo (10). Nas redes sociais, o médico relatou à produção da Inter TV que foi desligado da UPA de Cabo Frio. Ele não quis dar entrevista ou mandar uma nota sobre as denúncias.

A Prefeitura de Cabo Frio informou que o médico foi exonerado. A comissão de ética da UPA vai encaminhar o relatório ao Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj).

O Cremerj ainda não se manifestou sobre o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *