Sampaio Basquete derrota Uninassau na estreia da temporada 2019

Açude transborda no Maranhão e rompe a BR-316 em Zé Doca
16 de março de 2019
Chuvas e inundações deixam ao menos 50 mortos na Indonésia
17 de março de 2019

Sampaio Basquete derrota Uninassau na estreia da temporada 2019

Casanova não conseguiu produzir no Costa Rodrigues (Matheus Marques/Sampaio)

No clássico do nordeste, quem vem mandando é o tubarão. Jogando em casa, no ginásio Costa Rodrigues, em São Luís (MA), o Sampaio Basquete derrotou a Uninassau por 66 a 38, na estreia das equipes na LBF CAIXA 2019. Esta foi a quinta vitória consecutiva do tricolor maranhense sobre o pernambucano, contando a última edição do torneio – também venceu todos os jogos em 2018. A diferença de 28 pontos deste sábado é também a maior desta série. A Uninassau não vence o rival desde fevereiro de 2017.

A norte-americana Tyler Scaife e ala Rapha Monteiro, estreantes da tarde, foram as cestinhas do confronto com 17 pontos, mas a brasileira acabou como a MVP da partida por fechar com 28 de eficiência, a maior registrada em cinco jogos da temporada. Pelo time pernambucano, Leila teve 14 pontos e foi a única a anotar dois dígitos no fundamento. Casanova, que ainda se recupera de lesão no joelho, teve tarde pouco inspirada – produziu apenas no primeiro período e terminou com 7 pontos e 3 assistências. Ronni Williams teve 6 pontos e 9 rebotes.

O Sampaio Basquete começou sua caminhada em 2019 com Tyler Scaife, Julieta Ale, Tati Pacheco, Rapha Monteiro e Agustina Leiva. A Uninassau foi a quadra com Casanova, Leila, Chirinda, Williams e Fabi.

E foi a equipe visitante quem começou melhor, abrindo 7 a 2 nos primeiros minutos. Com pouco tempo de treinamento, o Sampaio demorou a engrenar, mas a futura MVP do jogo já conduziu a equipe com 9 pontos na primeira parcial de 17 a 14. O jogo seguiu equilibrado no segundo período e foi para o intervalo empatado em 26 pontos. Ex-Sampaio, Leila marcou seis no segundo quarto.

No terceiro período, o Sampaio apertou a marcação e reduziu a eficiência ofensiva do adversário, deixando zeradas várias jogadoras da Nassau – exceção, Thaissa marcou 6 pontos no período – e abrindo vantagem de oito pontos para o quarto final.

Na última etapa, a Uninassau apagou. Marcou apenas três pontos em lances livres de Leila e não assustou mais o time da casa, que caminhou com passos largos rumo a vitória.

“É uma primeira partida, com erros. Mas o mais importante é que estamos tendo determinação e luta na defesa, para conseguirmos criar bons contra-ataques e sairmos com a vitória hoje”, disse Raphaella Monteiro.

Para o técnico da Uninassau, Roberto Dornelas, a equipe ainda não está no condicionamento ideal e isso foi determinante para o revés.

“A questão física pesou muito no segundo tempo, aliado ao pouco tempo de treinamento que tivemos. Fizemos um bom primeiro tempo e com o decorrer do jogo, eles conseguiram rodar a equipe e a gente não. A pressão que eles fizeram desgastou muito a gente e acabamos errando bastante. Agora é ter sabedoria, consciência e paciência para os dois jogos que estão por vir. É chato, é ruim a gente começar perdendo na competição, mas no ano passado também foi assim e fomos nos recuperando no decorrer dela”, lamentou o comandante pernambucano.

Os próximos compromissos das duas equipes serão no ABC paulista. Na quinta (21), a Uninassau encara o Instituto Brazolin/São Bernardo/Unip às 19h, com transmissão da ESPN Extra e do WatchESPN. Na sequência (20h30), o Sampaio visita o Santo André/Apaba. Os confrontos se invertem dois dias depois, no sábado (23), com jogos às 16h e 18h.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *